Os melhores planos de hospedagem WordPress em 2015

O WordPress é o modo mais fácil e mais comum de fazer um site profissional e funcional, sem precisar de conhecimento de programação ou de web design. Apresentamos aqui as nossas escolhas de empresas de hospedagem de sites, que oferecem suporte ao WordPress sem nenhum custo extra!

Entendendo Hospedagem para WordPress

A criação do WordPress começou em 2003, como um desdobramento de um aplicativo de blogging popular conhecido como b2. O WordPress foi desenvolvido como uma plataforma de blogging e rapidamente superou o seu antecessor. Mais recentemente, o WordPress transformou-se em um completo sistema de conteúdo web para sites de todos os tipos.

Hoje, mais de 68 milhões de sites são executados no WordPress e os usuários citam várias razões para a popularidade desta plataforma premiada. O software é gratuito e de código aberto, permitindo que inúmeros desenvolvedores contribuam com temas, widgets e módulos de plug-in exclusivos, para personalizar sites e fornecer ferramentas administrativas poderosas e fáceis de usar.

Hospedagem WordPress

Para entender a hospedagem WordPress, primeiro é necessário algum conhecimento geral sobre hospedagem na web. Todos os sites da internet são operados por computadores especializados, conhecidos como servidores. Embora seja possível possuir e operar um servidor, o custo, o treinamento e o tempo necessários tornam esta tarefa proibitiva e ineficiente para a maioria das pessoas e muitas empresas. Para atenuar estes custos, empresas conhecidas como web hosts (hospedagem de sites) operam dezenas, centenas ou mesmo milhares de servidores a partir de uma localização central. Esses hosts, então, locam seus servidores e recursos de servidor para pessoas e empresas a preços acessíveis.

A hospedagem WordPress é muito parecida com a hospedagem web. A única diferença é que todos os servidores cumprem os requisitos mínimos de hardware e de software para executar a plataforma WordPress. Isso permite que a plataforma se integre perfeitamente ao servidor e que as solicitações de dados sejam processadas através da internet, de forma rápida e eficiente. Devido à demanda pelo WordPress ser tão alta, praticamente todos os hosts da web com boa reputação oferecem hospedagem WordPress, e várias opções estão disponíveis para uma variedade de necessidades e orçamentos. Alguém que queira apenas lançar um blog pessoal on-line pode optar por um plano de hospedagem compartilhada, enquanto as grandes empresas geralmente optam pela locação de um ou mais servidores inteiros.

WordPress e compatibilidade de hospedagem de sites

Para instalar e operar o WordPress, os servidores de um host devem atender a alguns pré-requisitos. Para executar o WordPress versão 3.1, os servidores devem atender aos seguintes requisitos de software: PHP versão 4.3 ou superior e MySQL versão 4.1.2 ou posterior. Para WordPress versão 3.2, os requisitos são PHP versão 5.2.4 ou superior e MySQL versão 5.0.15 ou posterior.

Além dos softwares acima, os especialistas em WordPress recomendam a utilização dos servidores web Apache ou Nginx, executando o módulo opcional Apache mod_rewrite.

Como escolher o seu provedor de hospedagem para WordPress

Escolher um provedor de hospedagem de WordPress é um passo importante, porque o seu site dependerá dos servidores e serviços do host e será contido por eles. Vários fatores podem ser avaliados e comparados ao escolher um host, incluindo todas características a seguir:

  • Confiabilidade – seu host de WordPress deve garantir pelo menos 99,9% de disponibilidade do site e as páginas devem carregar rapidamente, em todos os navegadores.
  • Facilidade de utilização – acessar remotamente o seu site através de um aplicativo de painel de controle principal, deve ser um processo simples.
  • Suporte ao cliente – seu host deve estar disponível para responder às suas perguntas e resolver problemas de hospedagem, 24 horas por dia, através de múltiplos canais, como telefone, e-mail e chat on-line.
  • Pacotes de hospedagem – deve estar disponível um pacote de hospedagem que corresponda aos seus requisitos específicos.
  • Preço – o preço de hospedagem de web pode variar amplamente entre diferentes hosts.

Ao definir qual é o host mais adequado, será preciso considerar os recursos que você precisa e o seu orçamento. A maioria dos hosts fornece ferramentas úteis de comparação, que permitem avaliar rapidamente cada pacote de hospedagem oferecido. Alguns dos pacotes mais comuns são explicados a seguir:

  • Hospedagem WordPress compartilhada – a hospedagem compartilhada é a categoria mais simples disponível mas, para muitos usuários do WordPress, é tudo de que precisam. Neste pacote, um único servidor é particionado para uso por vários clientes que compartilham os recursos do servidor, na medida que são necessários. Este tipo de hospedagem é o menos seguro e o menos confiável, mas também é muito econômico.
  • Hospedagem WordPress de comércio eletrônico – a hospedagem de comércio eletrônico é um pacote especializado, desenvolvido para aqueles que pretendem realizar vendas através de um site WordPress. Este tipo de pacote inclui vários recursos, como um carrinho eletrônico de compras e o processamento de cartão de crédito.
  • Hospedagem WordPress VPS – um servidor virtual privado (VPS) é um servidor compartilhado, que tem seus recursos totalmente divididos entre dois ou mais clientes. Isso garante que uma quantidade preestabelecida de recursos esteja sempre disponível para o seu uso e que nenhum uso indevido ocorra entre os clientes. A hospedagem VPS é melhor para empresas, sites com tráfego pesado e sites que requerem a instalação de softwares exclusivos.
  • Hospedagem WordPress dedicada – a hospedagem dedicada representa a categoria superior entre os pacotes de hospedagem. Com este pacote, você pode alugar um servidor inteiro para o seu uso exclusivo. O servidor pode ser gerenciado por sua própria equipe de TI ou ele pode ser gerenciado pelo provedor de hospedagem, a uma taxa adicional. Este tipo de hospedagem é o mais caro, mas também oferece a maior flexibilidade.

Apaixonados por tecnologia, analisamos e comparamos as diferentes empresas e planos de hospedagem de sites. Estamos sempre buscando as últimas notícias e dicas para compartilhar com nossos leitores.

5 Comments
  1. […] O WordPress tende a ser associado com blogs ou sites pequenos, não profissionais, e isso não se justifica. O WordPress é uma ferramenta incrivelmente robusta capaz de atender a projetos avançados e a todas as finalidades, incluindo empresas de grande porte e sites com intensa utilização de mídia. Se você usa o WordPress para seu negócio ou site pessoal e quer se preparar para um crescimento imprevisível ou se você quer certificar-se de não haver falhas de transações ou falhas de páginas, a nuvem é uma opção fantástica. Comece pequeno e evolua a sua equipe de servidores conforme a necessidade. Economize dinheiro não pagando por hospedagem dedicada ou VPS. No entanto, se você possui um site pequeno, em termos de espaço em disco necessário ou quantidade esperada de visitantes, então a opção de hospedagem compartilhada ainda é a melhor. Embora você possa facilmente acabar com mais espaço na hospedagem compartilhada do que na hospedagem em nuvem, a primeira ainda é muito mais barata e, pura e simplesmente, dá conta do trabalho. A grande maioria dos usuários do WordPress ficará completamente feliz com a hospedagem compartilhada e a achará totalmente confiável (confira o ranking: Melhor hospedagem WordPress em 2015). […]

  2. Reply
    Guia e Host 14 de junho de 2015 at 04:55

    Para quem quiser mais dicas de como criar e hospedar um site, faço um convite

  3. […] alguns segundos depois. Perguntamos a diferença entre os planos de hospedagem compartilhada e hospedagem WordPress e ficamos satisfeitos com a resposta! O atendente foi simpático e competente. Nos deu todos os […]

  4. […] Os melhores planos de hospedagem WordPress em 2015 […]

  5. Reply
    Tiago Gouvêa de Oliveira 2 de julho de 2016 at 10:31

    Legal! Acho que o suporte é realmente um dos itens mais importantes, senão, quando algo falha, você fica na mão (já aconteceu comigo dezenas de vezes).

Leave a reply