Melhor hospedagem em desconto

Como migrar o seu blog WordPress para um servidor próprio

Confira o passo a passo para migrar seu site wordpress.com para servidor próprio e torne seu endereço na web mais profissional e com mais recursos.

Porque migrar seu blog WordPress.com para um servidor próprio ?

Uma grande parte dos blogueiros opta por ter o seu blog em plataformas como o WordPress.com, na maioria das vezes porque é de graça e fácil de configurar. Esta é uma ótima escolha para blogueiros pessoais, sites com tráfego baixo ou sites de comunidades. Contudo, se você tem em mente que seu endereço seja algo profissional, você vai perceber que o WordPress.com não acompanha este ritmo. Para ter mais recursos disponibilizados na conta premium, a exemplo de domínio customizado, espaço extra, upload de vídeos e áudios e espaço para publicidade, você terá que pagar novos valores.

Permanecendo com o WordPress.com, você irá encontrar alguns empecilhos ao crescimento da sua página na web, como a inexistência de e-mails, precisando estes serem feitos externamente – ao contrário do que acontece com serviços de hospedagem -, a falta de permissão para a instalação de links afiliados ou plug-ins customizados para suas necessidades, e a falta de temas profissionais, deixando sua escolha bastante limitada. Além disso, o WordPress.com não permite customizações, o que pode limitar o crescimento do seu blog, e pode tirar o seu site do ar a qualquer momento, mesmo que seja apenas para manutenção do sistema.

Com todas essas limitações, a necessidade de um upgrade de servidor será visível à medida que o seu negócio na internet crescer e exigir que você invista em mais personalização e qualidade. Sendo assim, vai chegar o momento de você migrar para um site com servidor próprio. Algumas vantagens de passar por essa nova etapa são mais confiabilidade, suporte técnico de especialistas, caso você venha a enfrentar algum problema, e facilidade de customização.

Essa migração não é tão complicada quanto você pode imaginar. Além disso, não há o que se preocupar. Você pode fazer o download do software do WordPress e instalá-lo no novo servidor. É isso que chamamos de um site WordPress com servidor próprio. Isto pode parecer uma tarefa difícil, mas com essas dicas você vai tirar de letra. Siga o passo a passo para conseguir uma migração tranquila!

Migrar para hospedagem propria: passo a passo

  1. Reserve um dominio

O primeiro passo é registrar um bom domínio próprio. Leve em conta as terminações mais reconhecidas para o seu público-alvo (.com, .com.br, .net, etc). Confira nossa prévia dica onde você encontrara dicas para escolher o melhor dominio para o seu site.

Em seguida, escolha uma empresa provedora de hospedagem. Se não conhece nenhuma, dê uma olhada nos nossos rankings das melhores hospedagens WordPress. Fique atento a informações como: credibilidade no mercado, taxa de uptime do servidor, qualidade do suporte técnico, entre outros. Para facilitar sua migração, escolha um provedor que possa trazer as informações já armazenadas no seu site para o novo servidor.

  1. Instale o WordPress na sua hospedagem

A maioria dos provedores de hospedagem já possui o WordPress em seus recursos oferecidos, bastando alguns click para você instalá-lo no seu site. Caso o seu não tenha, há vários textos na web que ensinam como fazer isso de forma simples. Baixa aqui a ultima versão do WordPress, e confira todos os passos de instalação.

  1. Configure o tema

Decida qual será o tema do seu blog e instale-o. Faça esta etapa com calma, lembre-se que o tema é a primeira impressão que o leitor tem do seu blog. Ao observar as opções, opte por aquela com um design limpo e organizado, com fundo branco e de fácil leitura. A navegabilidade é outro ponto importante, uma vez que é preferível que o leitor não perca muito tempo buscando informações na sua página. Além disso, pense nos plug-ins e funções contidas em cada um dos temas e como eles se adequam ao que você precisa. A possibilidade de personalização também é importante no momento da escolha, principalmente se você optar por um tema gratuito e já usado por outros blogueiros. Após essas análises, escolha um template que valorize seu conteúdo e transmita a identidade do seu blog.

Caso precisa de um tema para seu site, recomendamos o site ThemeForest que consta com milhares de temas adaptados a todos setores (blog de informações, imobiliária, restaurantes, casamentos, ecommerce, etc…).

  1. Exporte seus dados do WordPress.com

Faça o login na sua conta no WordPress.com e vá até o painel de controle. Encontre a opção “ferramentas” e clique em “exportar”.  Após isso, você precisará especificar qual o conteúdo que você deseja exportar. Selecione tudo e clique no botão para iniciar o processo. Você verá que um arquivo XML irá ser baixado automaticamente para o seu computador. Este arquivo contém tudo do seu – agora antigo – WordPress, posts, páginas, comentários, arquivos customizados, categorias e tags. Uma vez feito isso, você terá completado o processo de exportação.

  1. Importe o conteúdo para o seu novo servidor

Faça o login no WordPress no seu novo servidor. No painel de controle, escolha a opção “importar”, em “ferramentas“. Vá em opções e então comece a importação.  Nessa etapa, será solicitada a instalação do WordPress Importer plugin. Depois, basta ativar e continuar com o processo. Lembre-se que o documento XML já está no seu computador. O sistema irá agora pedir para você fazer o upload dele. Para isso, há um limite de tamanho. Se o seu arquivo for grande demais, peça ao seu web host para aumentar o limite mesmo que temporariamente, apenas para essa migração.

Conclusão : seu site WordPress.com foi migrado com sucesso !

Com essas dicas, você verá que migrar o seu endereço para um servidor próprio não é algo complicado, mas que precisa ser feito com seriedade. Na verdade, qualquer movimentação a ser feita em uma página na web, a exemplo de troca de hospedagem ou de identidade visual, deve ser feita com responsabilidade. Lembre-se que a maioria dos seus leitores espera uma boa experiência de leitura ao acessar o seu endereço, e isso, inclusive, é um dos pontos de análise dos indexadores para ranquear o seu endereço de acordo com o SEO.  Caso você ainda não esteja seguro em realizar mudanças, vale avisar a seu público que o endereço está passando por alterações e pode sofrer alguma instabilidade durante o período. Dessa forma, você garante transparência e mantém o relacionamento com seu público.

Já completou sua migração do WordPress.com para sua nova hospedagem de sites ? Compartilha com a gente sua experiencia !

Apaixonados por tecnologia, analisamos e comparamos as diferentes empresas e planos de hospedagem de sites. Estamos sempre buscando as últimas notícias e dicas para compartilhar com nossos leitores.
We will be happy to hear your thoughts

Deixe uma resposta